Redefinindo o ventilador pulmonar contra a Covid-19


Reinventando um sistema através do design no combate ao coronavírus


Articles

Processo de design do ventilador pulmonar

Acompanhando a gravidade do cenário global em meio à pandemia do novo coronavírus, decidimos que era hora de agir.

Atuamos em diferentes frentes de combate aos impactos da doença, aplicando nossas competências de design, estratégia e tecnologia para criar soluções rápidas e eficazes.

Nossos projetos em desenvolvimento agregam desde o uso de inteligência de dados para o monitoramento da evolução da doença a outros que estão na linha de frente do combate, como o desenvolvimento de um novo Sistema de Ventilação Pulmonar. O equipamento, também conhecido apenas como ventilador pulmonar, funciona no tratamento de pacientes com complicações respiratórias agudas em decorrência da Covid-19.

Como é o nosso ventilador pulmonar?

Projetar do zero um novo modelo de ventilador pulmonar é um desafio ousado. Nessa iniciativa, nosso objetivo é conceber um equipamento que atenda a essa demanda urgente de forma simples, segura e acessível para todos os profissionais de saúde e os pacientes.

Nossa proposta para o novo Sistema de Ventilação Pulmonar está sendo concebida em função das necessidades clínicas específicas para esta crise. O conceito do projeto é utilizar materiais disponíveis no Brasil em sua fabricação como estratégia para diminuir o custo da produção e agilizar a implementação do equipamento. Para níveis de comparação, por exemplo, os ventiladores de alto custo privilegiam matérias primas importadas, o que dificulta a obtenção desses componentes em tempos de pandemia.

Outra característica fundamental do ventilador pulmonar é a segurança. Acima de tudo, ele está sendo projetado para atender os requisitos médicos e protocolos clínicos vigentes.

 

Próximos passos do ventilador pulmonar

Em geral, materiais hospitalares precisam de certificações dos órgãos de saúde competentes para serem produzidos e distribuídos, uma vez que qualquer tipo de mau funcionamento tem impacto direto na saúde das pessoas. Por isso nos juntamos a um grupo de especialistas da área médica para garantir que o ventilador pulmonar seja fabricado, distribuído e instalado em um tempo de resposta mais adequado a esse cenário.

Para desenvolver este projeto, nos associamos a diversos especialistas ligados a instituições como a Sociedade Brasileira de Anestesiologia, Associação Paulista de Medicina, Unifesp, Engenharia Clínica do Hospital São Paulo e Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Também contamos com o auxílio de profissionais com vasta experiência na indústria de saúde.

Somos designers, engenheiros, médicos, pesquisadores e estrategistas movidos pelo propósito de reinventar esse equipamento em tempo recorde.

Em menos de 30 dias, já fomos capazes de tangibilizar um protótipo que obteve sucesso  em testes clínicos e estamos trabalhando para garantir que, no menor tempo possível, ele receba a certificação da agência de saúde responsável (Anvisa), podendo seguir para as próximas etapas de implementação.

 

Design para redefinir o Sistema de Ventilação Pulmonar

A abordagem sistêmica do design sempre nos levou a questionar e criar hipóteses. Essa lógica permite reinventar sistemas inteiros a partir da construção de novos cenários, protótipos e experiências.

Nossos esforços para redefinir o sistema desse ventilador pulmonar são orientados pelos seguintes pilares do design sistêmico:

 

Integração de saberes

A pluralidade é essencial para dar conta da complexidade do projeto. O time formado para esse desafio contempla especialistas em design, saúde, engenharia, direito e supply chain.

Questionar o impossível

Criar um ambiente de confiança entre os integrantes do projeto permite questionar crenças pré-estabelecidas. Essas questões muitas vezes apontam novas formas de solucionar um problema.

Foco no usuário

Estabelecer uma conexão e exercer a empatia com os usuários é essencial para criar uma boa jornada de uso e definir melhorias.

Usabilidade

Há urgência em disponibilizar um novo sistema de ventilação pulmonar. Pensar na usabilidade como forma de tornar o equipamento seguro e muito mais prático é chave para concluir essa jornada.

Prototipagem

Prototipar soluções de forma rápida nos permite aprender e aprimorar a cada teste. Isso garante que o equipamento possua a precisão e confiabilidade necessária para a implementação.

Métodos ágeis

Projetos com essa urgência pedem uma operação ágil, com diferentes grupos de trabalho se aprofundando em soluções distintas. A metodologia percorre todos os momentos, da concepção à materialização do produto, considerando um agravante, que é a colaboração predominantemente online.

Viabilidade

Mesmo nos caminhos mais ousados, manter-se perto da realidade é importante. Conhecer sistemas industriais, normas e cadeias de suprimento são pontos que garantem a implementação do projeto.

Afinal, inovação no papel não é nada!

 

Desafio coletivo

Mais do que nunca, acreditamos que esse desafio é global e coletivo, por isso vamos compartilhar os detalhes do desenvolvimento dessas iniciativas com quem está sempre ao nosso lado.

Tem algo a acrescentar que acredita que seja essencial para contribuir e agregar a esses projetos? Escreva para nós em: info.sp@questtono.com.br