CASES

Um meio de transporte seguro em meio à pandemia


Transporte de Saúde na Pandemia
future scenarios
industrial design

mobility
prototype

O NemBot oferece soluções para uma variedade de desafios médicos não-emergenciais, com o transporte de mercadorias, pessoas ou serviços médicos

O NemBot guarante o transporte seguro de pessoas, além de produtos e serviços médicos

 

Idealizado e conceituado em apenas dois meses, o NemBot é o futuro do transporte médico não-emergencial. As restrições que vieram com a pandemia do novo coronavírus destacaram a necessidade de soluções de transporte mais inteligentes, como facilitar a necessidade de transporte seguro e isolado de itens médicos ou pacientes. Projetado para esse fim, o NemBot é um veículo elétrico autônomo que pode se adaptar para realizar tarefas altamente específicas.

O interior do veículo é grande o suficiente para acomodar um leito e o equipamento higiênico que o acompanha, como uma lâmpada desinfetante ultravioleta, para manter o ambiente isolado e desinfetado. Ele também pode ser equipado com um contêiner criogênico, para armazenar e entregar vacinas ou suprimentos médicos semelhantes que devem ser entregues em uma área de quarentena.

Após essa fase de restrição de mobilidade por conta da pandemia, as unidades do NemBot ainda podem ser reutilizadas para entrega de cargas ou coleta de resíduos.

O sistema NemBot combina a eficiência de veículos autônomos ágeis e descentralizados para percorrer pequenas distâncias dentro de uma cidade. Em outro cenário, quando é integrado a um comboio centralizado não autônomo, possui uma rota fixa para distâncias maiores.

Isso é possível com as duas modalidades do NemBot:

– A primeira são as unidades independentes que operam com direção totalmente autônoma para chegar a locais específicos dentro de distâncias curtas;
– A segunda é quando há o acoplamento em comboios de 6 NemBots dirigidos por um veículo elétrico de longo alcance, dirigido por um humano, que percorre distâncias mais longas em estradas fixas, atuando como uma estação de recarga para veículos menores.

O conceito é projetado para operar em áreas urbanas altamente congestionadas, usando seu tamanho pequeno e capacidade de locomoção em espaços apertados. A abordagem descentralizada de comboio reduz os tempos de entrega e uso de energia, permitindo que os veículos menores façam rotas a uma média de 30 km/h, em comparação com um caminhão de carga em Nova Iorque, que é 10 km/h.

O veículo compacto foi projetado de forma inovadora, que otimiza espaço na cabine dianteira e garante o estacionamento pelas laterais. Um sistema de suspensão hidráulica dianteira também permite fácil acesso ao veículo pela calçada, para carrinhos de carga e camas médicas ou cadeiras de rodas.